Russos em Nice

Os ingleses estão na origem da fama da Riviera. Os russos promoveram a região e a fizeram conhecer em toda  Europa. Eles não vieram em Nice atraído so pela clemência dos invernos e a beleza das paisagens, mas também por razões políticas.

Em 1856, a Rússia foi derrotada na guerra da Crimeia: os seus barcos foram proibidos no mar Negro e o Czar Alexander II foi procurar um porto no Mediterrâneo para instalar uma base permanente . Ele delega aos membros da sua família para apaziguar o rei do Piemonte Sardenha, Vittorio Emmanuele, e um acordo é finalmente assinado ; os Russos podem instalar-se na Baía de Villefranche-sur-Mer.

O Czar e a sua família vêm regularmente em Nice no inverno, seguidos pelos nobres da corte. Eles constroem grandes mansões introduzindo, em Nice, um estilo de vida luxuoso.

A nossa viagem começa em Villefranche. Logo passamos por várias casas construídas e habitadas pelos Russos. Nós visitamos a Igreja Ortodoxa Russa, construída em 1905 pelo arquitecto Preobrajensky. À tarde, vamos para o Château de Valrose, “folie” (loucura) magnífica, rodeada por um parque extraordinário, antiga casa do Barão Van Derwiess, magnata dos transportes ferroviários na Rússia e hoje sede da Universidade da cidade de Nice.

Voltamos à Promenade des Anglais, escolhida por muitos russos como lugar de residência. Terminamos o nosso passeio com uma visita ao cemitério russo de Caucade, onde vamos parar em frente ás sepulturas dos Russos mais conhecidos falhecidos em Nice.

Também é possível visitar o Museu Chéret, antigo palácio da Princesa Kotschubey para comparâ-lo com o Castelo de Valrose. Este museu contém retratos de famílias russas, que viviam em Nice e algumas obras de Marie Barschkittscheff.